A alta do preço dos combustíveis e a pressão política sobre o governo

A alta do preço dos combustíveis e a pressão política sobre o governo

A Petrobras anunciou nesta segunda (8) um novo reajuste dos preços da gasolina, do óleo diesel e do gás de cozinha vendidos nas refinarias.

Críticas de caminhoneiros ao aumento, que é o terceiro em 2021, levaram o presidente Jair Bolsonaro a convocar uma reunião com o presidente da estatal, Roberto Castello Branco, e com a equipe econômica para buscar soluções.

Entre as ideias do presidente, está a diminuição de tributos federais sobre os combustíveis —o que, por sua vez, pode criar um problema de arrecadação. Bolsonaro também quer mudanças no ICMS, imposto cobrado pelos estados.

O presidente é pressionado por seguidores de sua base, que reclamam da alta, enquanto o mercado se preocupa com uma eventual intervenção nos preços definidos pela Petrobras.

O episódio desta quarta (10) do Café da Manhã conversa com o repórter da Folha Nicola Pamplona sobre como funciona a política de preços da petroleira e como o governo Bolsonaro têm reagido às pressões diante do reajuste de preços.

O programa de áudio é publicado no Spotify, serviço de streaming parceiro da Folha na iniciativa e que é especializado em música, podcast e vídeo. É possível ouvir o episódio clicando abaixo. Para acessar no aplicativo basta se cadastrar gratuitamente.Ouça aqui.

Fonte: Folha de S.Paulo

No Comments

Post A Comment