Ação imuniza caminhoneiros contra a gripe em posto de combustíveis da rodovia Ayrton Senna, no Alto Tietê

Ação imuniza caminhoneiros contra a gripe em posto de combustíveis da rodovia Ayrton Senna, no Alto Tietê

Local de vacinação foi instalado em um posto no km 37 da rodovia, no sentido capital. Imunização ocorre das 8h às 11h, até esta sexta-feira (29).

Até esta sexta-feira (29), caminhoneiros que passarem pelo corredor Rodovia Ayrton Senna, no Alto Tietê, poderão se vacinar, gratuitamente, contra a gripe. A ação é da concessionária que administra a rodovia juntamente das prefeituras de Itaquaquecetuba e Guararema.

Para realizar essa ação, um posto de vacinação foi montado na rodovia. A ideia é imunizar profissionais que estão na linha de frente, como os da concessionária da estrada e, principalmente, os caminhoneiros.

“É uma iniciativa do pessoal que coopera bem com a gente que está na estrada. Nessa correria do dia a dia, nós acabamos deixando passar batido. Passando por aqui, vi a fila e pensei: a hora é essa”, disse o motorista Paulo Pereira.

A ação da concessionária em parceria com as secretarias de Saúde foi instalada ao lado da lanchonete em um posto de combustíveis no km 37 da rodovia, no sentido capital, em Itaquaquecetuba. A vacinação é feita na parte da manhã, das 8h às 11h, e espera imunizar mil pessoas nos três dias.

“Há dois meses, nós estamos trabalhando com distribuição de marmitas neste ponto, então eles estão frequentando este lugar todos os dias. Esta vacina que traz a imunização deixa a equipe com uma preocupação a menos”, explicou o gerente de atendimento da Ecopistas, Luiz Tavares.

Neste ano, os caminhoneiros e quem trabalha com transporte entraram para o grupo prioritário da campanha nacional de vacinação contra a gripe. Desde abril, esses profissionais, que estão expostos diariamente, podem se imunizar.

A campanha de vacinação no Brasil vai até o dia 5 de junho. Nesta, que é a terceira fase, além dos caminhoneiros e dos motoristas, devem se vacinar as pessoas com deficiência, professores, crianças de seis meses a seis anos, gestantes, mulheres no pós-parto até 45 dias e pessoas de 55 a 59 anos de idade.

A dose não protege contra o novo coronavírus, mas, neste momento de pandemia, é importante porque ajuda na exclusão do diagnóstico da Covid-19, já que os sintomas são parecidos, além de ajudar a reduzir a procura pelos serviços de saúde.

“É muito importante, porque estamos correndo risco todos os dias. Transporte é fundamental, e se a gente parar, para o país. Então tem que fazer”, falou o ajudante de motorista Fernando Guimarães.

Fonte: G1

No Comments

Post A Comment