Combustíveis e comércio puxam arrecadação do ICMS

Combustíveis e comércio puxam arrecadação do ICMS

A arrecadação do Imposto sobre a Circulação de Bens e Serviços (ICMS) em 22 estados brasileiros mais o Distrito Federal (DF) alcançou R$ 424 bilhões em 2018, um aumento de 5,67% acima da inflação (em termos reais), em comparação ao ano anterior.

O resultado é considerado “muito positivo” pelo economista do Conselho Federal de Economia (Cofecon), Eduardo Reis Araújo, uma vez que este representa uma aceleração do crescimento da receita em relação a 2017, quando o ICMS total subiu 2,65%, segundo dados do Tesouro Nacional.De acordo com Araújo, o desempenho do comércio varejista e o aumento dos preços dos combustíveis foram os fatores que mais influenciaram a expansão da receita de ICMS em 2018.“Ano passado houve uma redução da taxa de juro real e do endividamento das famílias, possibilitando maior dinamismo dos varejistas”, diz Araújo. Ontem, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou que as vendas no comércio cresceram 2,3% entre 2017 e 2018.Alta no preço do barril do petróleo e disparada do dólar em relação ao real também influenciaram o ICMS sobre combustíveis. Para 2019, é esperado um desempenho ainda melhor com o avanço do PIB.

Fonte: DCI

No Comments

Post A Comment