Contra a uberização da revenda

Contra a uberização da revenda

Não bastasse estar sob o risco cada vez maior nos moldes almejados pelas grandes distribuidoras e a ANP, agora a Revenda de Combustíveis tem outro fantasma com o qual se preocupar. Uma empresa acaba de lançar, em recantos do Rio de Janeiro, um sistema de venda de produtos em caminhõezinhos que, chamados por aplicativos de celular, vão ao encontro do cliente para abastecer seu veículo.
O Sindestado-RJ vê essa iniciativa como uma afronta à categoria da Revenda como um todo. Trata-se de ensaio para a instauração de uma verdadeira lei da selva no setor, com a desenfreada pulverização dos pontos de comercialização de combustíveis.
Se não for impedido exemplarmente – e o quanto antes – esse sistema haverá de se alastrar, criando um verdadeiro emaranhado de transportadores/revendedores cruzando as cidades para atender chamados. O dono de posto será qualquer um que tenha uma caminhoneta, se desdobrando noite e dia na dupla função de motorista e frentista, torcendo para faturar alguns trocados.
Nosso sindicato está atento e mobilizado para barrar esse absurdo. Não aceitamos e não iremos permitir a uberização da Revenda de Combustíveis.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Sindestado-RJ

No Comments

Post A Comment