Governo só quer ficar com BB, Caixa e Petrobras

Governo só quer ficar com BB, Caixa e Petrobras

O governo Bolsonaro pretende reduzir muito o portfólio de estatais. De acordo como secretário especial de Privatizações e desinvestimento do Ministério da Economia, Salim Mattar, em até quatro anosa administração federal terá sob seu controle apenas Petrobras, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal e, ainda assim, mais enxutos. Para completar, afirmou que toda a carteira de ações que a BNDESpar, subsidiária de investimentos do BNDES, possui atualmente deverá ser vendida até o fim do mandato do presidente.

— Não existe razão para que o governo tenha uma carteira de ações de empresas. No último governo vocês viram o que foi o BNDES. Essa farra acabou. O BNDES agora é uma instituição de credibilidade que vai financiar as obras necessárias para o país, mas de forma mais cuidadosa, profissional e ética —disse Mattar, em evento do banco Credit Suisse, em São Paulo.

PORTFÓLIO ‘INADMISSÍVEL’

A BNDESpar possui R$ 110 bilhões investidos em ações de 95 empresas, valor classificado como “inadmissível” pelo secretário. A lista inclui companhias como Fibria, Petrobras, Eletrobras, Embraer, Vale, Marfrig e JBS e Odebrecht Transport, de acordo com dados de setembro de 2018.

O governo federal controla atualmente 134 estatais que empregam 500 mil pessoas, segundo Mattar. O valor dessas empresas é estimado entre R$ 700 bilhões e R$ 800 bilhões, que, na visão do secretário, poderiam ser usados para abater parte da dívida pública, que está em R$ 3,8 trilhões.

Pelas contas do secretário, o governo pode arrecadar até US$ 30 bilhões com privatizações este ano, mas ele não mencionou que empresas pode vender. Subsidiárias de estatais podem ser vendidas mais rapidamente porque não demandam aprovação no Congresso, observou. Mattar contou que tenta convencer ministros a privatizar estatais ligadas às suas pastas. Também disse que o governo prepara a venda de 680 mil “imóveis improdutivos” da União.

— Queremos surpreender o ministro da Economia e superar a meta de arrecadar U$ 20 bilhões com privatizações este ano em 25% a 30% — afirmou, lembrando a estimativa feita pelo ministro Paulo Guedes na semana passada, no Fórum Econômico Mundial,.

Afalado secretário ajudou a garantir alta de estatais na Bolsa ontem, o que manteve o Ibovespa no terreno positivo, com alta de 0,20%, aos 95.639 pontos. Destaque para os papéis ordinários da Eletrobras, com alta de 7,08%. Os preferenciais subiram 4,84%.

No mesmo evento, o presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Jr., disse que a melhor e mais rápida maneira de fazer a privatização da estatal é seguir com o plano de capitalização da companhia. A medida, que vem sendo gestada nos últimos dois anos, ainda não tem data para ser concretizada.

O dólar comercial fechou em queda de 1,16% ante o real, cotado a R$ 3,722.

Fonte: O Globo

No Comments

Post A Comment