Maior refinaria do mundo, que fica no Brasil, suspende operações

Maior refinaria do mundo, que fica no Brasil, suspende operações

A norueguesa Hydro informou na manhã desta quarta-feira, que suspenderá a produção da maior refinaria de alumínio do mundo, a Alunorte, que fica em Barcarena, a 40 quilômetros da capital do Pará. Ela opera com metade da capacidade desde março, após ser denunciada pelo despejo irregular de resíduos em rios e igarapés, causando danos ao meio ambiente e à população local.

A decisão também desencadeou a paralisação de sua mina de bauxita de Paragominas, também no Pará, que abastece a Alunorte, e pode ter consequências para a produção de alumínio na fábrica da Albras e em outras instalações da Hydro, disse a empresa.

“Embora seja cedo demais para determinar o impacto total, a decisão de fechar a Alunorte e Paragominas terá conseqüências financeiras e operacionais significativas, potencialmente também para o portfólio de alumínio primário da Hydro, incluindo a Albras”, disse em um comunicado.

A refinaria da Alunorte produziu 6,4 milhões de toneladas de alumínio em 2017, o equivalente a cerca de 10% da produção global fora da China. Sua paralisação parcial no início deste ano elevou os preços do mercado.

A crise começou depois que a empresa admitiu fazer emissões não autorizadas, em rios e igarapés da região, de água não tratada durante chuvas fortes. A decisão de suspender a produção foi tomada já que a área de depósito de resíduos da refinaria está perto da capacidade total e seu conflito com as autoridades está impedindo a Hydro de usar uma instalação de resíduos recém-criada, disse a empresa.

Fonte: O Globo

No Comments

Post A Comment