Petrobras segura oferta da BR para momento melhor

Petrobras segura oferta da BR para momento melhor

A Petrobras deve segurar a oferta dos 37,5% ainda detidos pela petroleira na BR Distribuidora até que haja uma melhoria de cenário no mercado de capitais. O Valor apurou que, diante do contexto da bolsa e do atual patamar de preços da BR, a estatal não pretende sacramentar a operação a curtíssimo prazo. Pelo atual valor de mercado da distribuidora, a venda pode levantar cerca de R$ 9,25 bilhões.

A estatal obteve no dia 26 de agosto o aval do conselho de administração para a saída do capital da distribuidora. O cenário, porém, mudou: o Ibovespa acumula uma retração de 3,6% e as ações da BR um recuo de 2,4% desde então.

Ao segurar a oferta, a aposta está na recuperação das ações. A avaliação do mercado é de que a distribuidora vem fazendo o seu “dever de casa” nos cortes de custos e busca por maior rentabilidade e que a empresa é, hoje, melhor do que era do quando foi privatizada em 2019 – embora a pandemia de covid-19 tenha interrompido a trajetória de valorização dos papeis.

As ações ordinárias da BR encerraram o pregão ontem com queda de 0,9%, a R$ 21,2. Os papeis vêm se recuperando nos últimos meses, depois de terem atingido a casa dos R$ 13 em alguns dias em março e abril, mas o patamar atual ainda está distante da realidade anterior à eclosão da pandemia no Brasil, quando a cotação da companhia flutuava acima dos R$ 28. Em 2020, a queda acumulada das ações da distribuidora é de 27,9%. Para ler esta notícia, clique aqui.

Fonte: Valor Econômico

No Comments

Post A Comment