Posicionamento oficial sobre possível greve dos tanqueiros em MG

Posicionamento oficial sobre possível greve dos tanqueiros em MG

O Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo no Estado de Minas Gerais (Minaspetro), entidade que representa os cerca de 4,5 mil postos de combustíveis do estado, vem, pela presente nota, tornar público seu apoio à reivindicação do Sindtanque (Sindicato das Empresas Transportadoras de Combustíveis e Derivados de Petróleo de MG) no que diz respeito à redução da alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços – ICMS incidente sobre os combustíveis no estado.
Entretanto, entendemos que um diálogo entre o Sindtanque e o governo estadual deve ser feito antes do início de uma greve, já que a paralisação da categoria prejudicaria toda a sociedade e também o setor de combustíveis.
Em Minas Gerais, o ICMS do Diesel é 3% maior do que o cobrado em SP. Isso faz com que os postos de combustíveis de MG percam venda e que todos os transportes realizados no estado sejam onerados por este combustível mais caro.
O ICMS tem grande peso na composição dos custos nos combustíveis, por isso sempre ressaltamos: o problema não é o posto, e sim o imposto.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Minaspetro

No Comments

Post A Comment