Pular para o conteúdo

sindtrr

(11)2914-2441

Produção de etanol deve crescer 13% no primeiro semestre

A produção de etanol brasileira deve chegar a 2,16 bilhões de litros no primeiro semestre de 2024, alta de 13,3% em relação a igual período no ano passado. A estimativa é da S&P Global Commodity Insights e considera a produção a partir da cana-de-açúcar, assim como do milho.

A maior parte do volume corresponde a etanol hidratado, que compete diretamente com a gasolina nas bombas. Ao todo, o Brasil deve produzir 1,27 bilhão de litros de etanol hidratado de janeiro a junho de 2024, alta de 24,89% na comparação com o primeiro semestre do ano passado.

Já a produção de etanol anidro deve totalizar 874 milhões de litros nesse período, queda de 1,13% na comparação anual.

Ao todo, o esmagamento de cana no primeiro semestre deve crescer 13,6% em relação a igual período em 2023 e chegar a 46,21 milhões de toneladas métricas. Desse volume, 49,96% devem ser direcionados para a produção de açúcar.

Segundo a analista da S&P Global para o mercado de açúcar, Bianca Guimarães, o país enfrentou problemas operacionais na moagem ao longo do mês de maio, o que reduziu o esmagamento de cana no primeiro semestre do ano.

“O mix de açúcar deve ser menor do que o estimado anteriormente. Além disso, os danos à safra causados pela seca desde o final de 2023 estão evidentes, o que resulta em uma cana mais fina”, explica.

Autor/Veículo: EPBR