Produção nacional pode atingir 3,5 milhões de barris/dia em 2022, aponta Goldman Sachs

Produção nacional pode atingir 3,5 milhões de barris/dia em 2022, aponta Goldman Sachs

em jogo –
A produção de petróleo do Brasil deve alcançar 3,5 milhões de barris/dia ao final de 2022, aponta relatório do Goldman Sachs, que já considera os efeitos de recente revisão no portfólio de projetos da Petrobras. No documento, os analistas elevaram as expectativas de produção para o período de agosto de 2020 a dezembro de 2021 em 40 mil b/d.

— “A produção deve ficar em média em 3,29 milhões e 3,40 milhões de b/d em 2021/2022, respectivamente (+193 mil a 104 mil b/d, respectivamente) e atingir 3,53 milhões de b/d em dezembro de 2022, uma vez que navios-plataforma (FPSOs) continuam a entrar em operação”, aponta o relatório.

— A Petrobras reviu seu portfólio de E&P devido aos impactos da pandemia de coronavírus, reduzindo a previsão de investimentos para US$ 40 bilhões a US$ 50 bilhões entre 2021 e 2025, ante US$ 64 bilhões no plano de negócios 2020-2024.

— Com o início de operações, em julho, do FPSO P-70, no campo de Atapu, na Bacia de Santos, os analistas do Goldman esperam que mais seis grandes projetos comecem a produzir até o final de 2022: quatro FPSOs em Santos (Sépia, Mero 1, Búzios 5 e o projeto de recuperação de Lula), um em Campos (Marlim 1), além de um desenvolvimento operado pela Equinor em Peregrino. Reuters


Fonte: EPBR

No Comments

Post A Comment