Refinaria a plena carga teria efeito sobre o PIB

Refinaria a plena carga teria efeito sobre o PIB

A operação a plena capacidade das 13 refinarias da Petrobras, e não no nível médio de 75% registrado no primeiro semestre do ano, teria impacto positivo superior a R$ 3,6 bilhões sobre o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, além de pressionar para baixo a inflação medida nos setores de transportes e alimentos e bebidas, entre outros. Desenvolvida por professores da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) e do Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-graduação e Pesquisa de Engenharia (Coppe/UFRJ), a simulação teve como ponto de partida os dados da edição deste ano do Balanço Energético Nacional, publicado pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE).
As conclusões do estudo vão de encontro à política adotada pela Petrobras de privilegiar a exportação de petróleo bruto e importar derivados de maior valor agregado. “Nesse contexto, me parece que é um erro maior ainda vender refinarias”, argumenta o professor do Programa de Planejamento Energético da Coppe/UFRJ, Amaro Pereira, um dos autores da simulação. Na quinta-feira, o Supremo Tribunal Federal (STF) liberou a venda de refinarias da Petrobras à iniciativa privada sem que haja a necessidade de licitação ou autorização do Congresso Nacional. Para ler esta notícia, clique aqui.

Fonte: Valor Econômico

No Comments

Post A Comment