Pular para o conteúdo

sindtrr

(11)2914-2441

Sob Magda Chambriard, indicações políticas ganham força na Petrobras

Magda Chambriard, presidente da Petrobras (PETR4), realizou uma troca massiva de executivos em cargos-chave da companhia nos últimos dias, diz a colunista Malu Gaspar, do jornal O Globo. Segundo a publicação, indicações políticas foram feitas para as vagas dos desligados.

De acordo com a jornalista, as demissões geraram apreensão entre os funcionários e até entre os integrantes da cúpula da Petrobras. No lugar dos desligados, Magda Chambriard teria ampliado as indicações políticas com quadros próximos à Federação Única dos Petroleiros (FUP) e ao Partido dos Trabalhadores (PT).

As trocas realizadas nos últimos dias, diz a publicação, se deram sobretudo entre gerentes-executivos e se concentram na área de exploração e produção, que administra campos e petróleo, e na de engenharia, responsável por contratar equipamentos e serviços.

A equipe da jornalista mapeou 12 trocas na alta gestão da companhia entre os cargos-chave, somadas às trocas informadas na semana passada. Dos oito gerentes de exploração e produção, cinco teriam sido demitidos de seus cargos e um, remanejado.

Além disso, diz a publicação, três das gerências que terão novos titulares têm assunto no comitê de decisões de investimento junto com os diretores da Petrobras.

Wagner Victer, ex-secretário de energia do Rio de Janeiro, deve assumir o cargo de gerente-executivo do campo de Búzios. Ele já trabalhou na Petobras, mas passou pelo menos 24 anos em cargos fora da empresa, incluindo o posto de diretor-geral da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro entre 2019 e 2023, na gestão do petista André Ceciliano.

Eduardo Costa Pinto, vinculado à Federação Única dos Petroleiros e professor do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), chegou à Petrobras no ano passado para ser assessor especial de Jean Paul Prates. Sem experiência executiva na área de petróleo, deve assumir a gerência executiva de gestão de parcerias e processos de exploração e produção da Petrobras.

Tanto Victer quando Costa Pinto, informa a jornalista Malu Gaspar, vão ocupar cargos que eram de funcionários de carreira da Petrobras.

Autor/Veículo: Suno