Vazamento de óleo provocado por tentativa de furto atinge baía de Guanabara

Vazamento de óleo provocado por tentativa de furto atinge baía de Guanabara

Uma tentativa de furto no oleoduto da Petrobras que passa pelo município de Magé, na região metropolitana do Rio, provocou o vazamento de 60 mil litros de óleo e atingiu o rio Estrela e a Baía de Guanabara. De acordo com a Petrobras, o vazamento começou na tarde de sábado e metade do volume vazado já foi recolhido. O óleo atingiu, porém, um manguezal na região.

Em nota, a Petrobras informou que a Transpetro interrompeu a operação do duto assim que detectou o incidente, na tarde de sábado. O vazamento foi contido no mesmo dia e as ações de impedir o avanço do material foram iniciadas imediatamente. Na operação, a companhia mobilizou, até agora, 350 profissionais, 24.600 metros de barreiras absorventes e de contenção, 12 caminhões, 12 embarcações de apoio, uma aeronave e três drones.

Essa não é a primeira tentativa de furto de óleo nos dutos da Petrobras. Em janeiro, a companhia divulgou nota sobre um incidente semelhante em Duque de Caxias, município de vizinho de Magé. O incidente provocou vazamento de diesel nos rios Tinguá e Iguaçu.

Para reduzir os riscos, a Petrobras pede que moradores vizinhos aos dutos denunciem os atos criminosos ou movimentações suspeitas na faixa de dutos e em terrenos próximos. O telefone de contato da companhia é 168. A ligação é grátis e o telefone funciona 24 horas por dia, sete dias por semana.

Fonte: O Estado de S.Paulo

No Comments

Post A Comment