Pesquisa PoderData realizada de 24 a 26 de abril de 2022 mostra que 67% da população brasileira é favorável a uma intervenção do governo na Petrobras para baixar o preço da gasolina –que vem batendo consecutivos recordes no país. Os que se opõem a essa possível solução são 26%, enquanto 7% não souberam responder à pergunta.

O preço médio da gasolina está em patamar recorde no Brasil. Na semana de 17 a 23 de abril, chegou a R$ 7,27 o litro. Já o preço do diesel S10 é o 2º maior da história: R$ 6,73. Os dados são da ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis). Em 10 de março de 2022, refletindo os impactos da guerra na Ucrânia, a Petrobras reajustou a gasolina em 18,8% e o diesel em 24,9%. Esses números pressionaram a inflação, indicador sensível ao governo e à opinião pública. O IPCA-15, medido pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), acelerou em abril e registrou alta de 1,73%. Esse foi o maior percentual para o mês desde 1995.

A pesquisa foi realizada pelo PoderData, empresa do grupo Poder360 Jornalismo, com recursos próprios. Os dados foram coletados de 24 a 26 de abril de 2022, por meio de ligações para celulares e telefones fixos.

Foram 3.000 entrevistas em 283 municípios nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais. O intervalo de confiança é de 95%. Registro no TSE: BR-07167/2022.

Para chegar a 3.000 entrevistas que preencham proporcionalmente (conforme aparecem na sociedade) os grupos por sexo, idade, renda, escolaridade e localização geográfica, o PoderData faz dezenas de milhares Muitas vezes, mais de 100 mil ligações até que sejam encontrados os entrevistados que representem de forma fiel o conjunto da população.

FONTE: Poder 360