O presidente do Sindicato dos Frentistas do Paraná (Sinpospetro), Lairson Sena, disse ao Blog do Esmael que a categoria prepara uma verdadeira cruzada contra o autosserviço nos postos de gasolina, também chamados de self-service, depois que a Justiça Federal de santa Catarina autorizou uma empresa de combustíveis de dispensar o trabalho de frentistas.

Segundo Lairson Sena, somente no Paraná só 32 mil frentistas trabalham nos postos de combustíveis. Nacionalmente, são 500 mil trabalhadores.

O juiz Joseano Maciel Cordeiro, da 1ª Vara Federal do município de Jaraguá do Sul, a despeito da legislação que proíbe o autosserviço, autorizou a dispensa desses trabalhadores alegando que a legislação atual é incompatível com a liberdade econômica e a inovação tecnológica.

Por outro lado, os frentistas afirmam que, por ser uma atividade de alto risco, sua presença nos postos evitam acidentes e preservam vidas, além de causar desemprego de trabalhadores que impactarão na vida de ao menos 2 milhões de pessoas em virtude do momento de crise econômica no país. De acordo com Sena, cada frentista tem em média mais três pessoas dependentes.

Lairson Sena prevê que a decisão do juízo de piso será reformada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região, o TRF4, em Porto Alegre.
FONTE: Blog do Esmael